11 fevereiro, 2007

Referendo

Mais um referendo e mais uma vez a adesão ficou abaixo dos 50%.
Explicações? Uma campanha com argumentos fracos e repetidos até à exaustão. Provavelmente a exaustão é uma das principais razões. Com as pessoas fartas de verem os jornais e as televisões inundadas com as mesmas "frases batidas".

Mesmo sem os 50%, sem a vinculação jurídico-constitucional, irá legislar-se sobre a interrupção voluntária da gravidez pela simples razão do sim ter ganho. O referendo foi desde o inicio -1998- uma fuga dos partidos à responsabilização, uma maneira de mandar para debaixo do tapete a falta de coragem politica para resolver a questão (justiça seja feita ao PCP que sempre defendeu que o assunto devia ser resolvido no Parlamento). Agora em 2007 chegou a desculpa, chegou o sinal por mais ténue que seja para poderem legislar. Um sinal marcado pela abstenção. E será que esta também não era uma maneira de dizer não? Isso não é importante, já existe o pretexto.

Seja como for para a história deste referendo fica a participação de vários quadrantes da sociedade, nem sempre pautada por grande qualidade, mas mesmo assim de louvar esta participação.
Quanto à outra participação: nas urnas. Mais uma vez grande parte dos portugueses preferiam não tomar uma decisão. Não deixa de ser irónico um povo queixar-se tanto da sua classe politica e não aproveitar estes mecanismos de democracia participativa.
No meio disto tudo fica sem resposta uma pergunta: Para quando a interrupção voluntária da inércia?

1 Comentário(s):

Anonymous Vizinha said...

Pois é meu caro vizinho (e amigo ;P)!
Tema muito polémico, que tens nas mãos, mas só posso dizer que concordo cntg quando afirmas que falam, falam falam :P e na hora de tomarem decisões, decidem que fica para os outros, ou pior para a próxima. De facto é triste, faz-me lembrar o tempo em que alguns professores nossos de queixavam da juventude... pelos resultados do referendo, percebemos que afinal não somos assim tão preguiçosos e até levantamos o rabinho da cama num dia cinzento de chuva e frio por uma causa maior...
Não me estendo mais sob pena de ser explusa ;)

P.s- viste como a nossa escolinha está diferente? nem parece a nossa escola... beijo

7:33 da tarde, fevereiro 27, 2007  

Enviar um comentário

<< Home